segunda-feira, 16 de julho de 2018

Um dia

Às vezes o céu fica azul sereno...
com um sol radiante
que vai aquecendo-nos aos poucos
como um abraço

Ouve-se um silêncio ...
Já não ecoa o som do cotidiano
De repente surge um sentimento de nostalgia
um sorriso em meio há uma lágrima  no canto do olhar ...

Pensa-se no futuro
olha-se atento ao redor
olha-se para dentro,
em nosso interior

Depois
Suspira-se
Palavras são escritas
Encontram-se entre caminhos
Sonhos se encontram e desencontram-se

Há esperança
O mundo não é apenas o que foi,
o que é
ele se constrói a cada passo dado de coração
Tudo se transforma

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Yo pienso en ti

















"Ella era extraña, conversaba con el viento,
le tenía miedo al tiempo,
se peinaba en madrugada,
para recibir al sol,
se sentaba en la ventana
y dibujaba en los cristales
con sus manos una cárcel,
para atrapar el sol
Y su mirada detenía al alborada,
me decía soy un hada,
volará hasta tu almohada
hasta pintarte el corazón,
me abrazaba y me pedía
que soltara mis cometas
y en su vientre vivirían
porque sabría que
Yo pienso en tí, pienso en tí
y en tu mirada, yo pienso en tí
yo pienso en tí, y en tus mañanas

Ella era extraña,
me escribía poemas,
que más bien eran teoremas,
que rompían los esquemas de cualquier
verso de amor, y de pronto
una mañana
se trepó a su poesía
y me dejó en caligrafía un papel diciendo
Yo pienso en tí, pienso en tí
y en tu mirada, yo pienso en tí
yo pienso en tí, y en tus mañanas"

Canción de Fernando Ubiergo















































































sábado, 7 de abril de 2018

Um pensamento


Penso que o amor é carinho, e cada um encontra sua maneira de demonstrar. Que amar é sentir vontade de cuidar, querer sentir que o outro está bem. Se encher de felicidade quando percebe que quem amamos sorri, e de coração, que tem sonhos.
É uma história que lemos nos olhos, está ali, tudo. O que nos move, o que nos faz caminhar, o que sentimos.
Se o amor é a total liberdade de ser, existir, por que não senti-lo? é como as ondas do mar... o tempo cultiva em nós sabedoria para enxergar-lo, germinando a pureza e a vontade de querer o bem.

Dar as mãos, entrelaça-las é um gesto que diz muito além do que parece ser, é um gesto de amizade.

A vida tem muitas cores, tons, às vezes é de uma maneira, noutras distinta, mas ela sabe o que faz.

É nossa capacidade de amar que nos permite viver o que a vida têm de mais especial, o mistério que é difícil de explicar...mas que se sentimos



domingo, 18 de fevereiro de 2018

Em algum lugar

Em algum lugar
Os sinos ecoam...
São as catedrais
Ou o coração de quem o escuta?
Alguém passa entre ruas, avenidas, cidades, estados...
Atravessa fronteiras no anseio de viver
Coração aperta,
Um espaço vazio que o sopro do vento, tempo, não quer levar

De repente uma lágrima cai formando um rio
Entretanto, o sorriso surge sutil
Aos poucos vai ganhando luz
E da união da lágrima e o riso reaparece o arco íris no reflexo de um olhar
Dizendo-nos: A vida é este instante.  há sonhos mesmo em dias nublados

A força de dentro de cada um é a grandeza de ser quem somos
pelos  ideais, pelo direito de ser.


Quando anoitece, o ar frio recobre as cidades
Amanhece e um novo dia renasce,

Trazendo esperança
 do que ainda virá